Homem que matou Aline Camargo tem prisão preventiva decretada

Aline Rodrigues Camargo Pereira já tinha medida protetiva contra o agressor - Foto: Divulgação
Aline Rodrigues Camargo Pereira já tinha medida protetiva contra o agressor - Foto: Divulgação

Em audiência de custódia realizada na tarde desta quinta-feira (9/5) no Juizado Especial Criminal e de Violência Doméstica e Familiar de São José, a juíza Lilian Telles de Sá Vieira converteu em preventiva a prisão temporária de Luciano Pereira, acusado de assassinar a ex-esposa na Av. Beira-Mar nesta quarta com oito golpes de faca no pescoço e peito.

Após a audiência, o homem foi encaminhado para o complexo prisional do bairro Agronômica, em Florianópolis. O agressor está preso por feminicídio e por desrespeitar medida protetiva imposta pelo Poder Judiciário.
Após anos de relação, a vítima registrou boletim de ocorrência de ameaças.

O Judiciário tomou ciência do caso depois da comunicação da delegacia especializada, que solicitou a medida protetiva em 4 de abril de 2019. Na mesma data, a juíza determinou medida que proibia o homem de ter contato com Aline Camargo por qualquer modalidade, exceto para tratar de assuntos relacionados ao filho. Ele também não poderia se aproximar da ex-esposa a menos de 200 metros.

Publicidade

O casal foi notificado no dia 9 de abril e desde o dia 11 a vítima estava incluída na Rede Catarina de proteção.

Publicidade