Polícia prende em restaurante vendedor de carros de Biguaçu que fez 78 vítimas

Estelionatário deu prejuízo de mais de R$ 4 milhões nos compradores, que ficaram sem os veículos

investigação da polícia civil de sc através da DEIC
Investigação da Polícia Civil de SC foi através da DEIC - PCSC/Divulgação/CSC

Policiais civis cumpriram um mandado de prisão preventiva contra um homem suspeito de estelionato em golpe na venda de veículos em Biguaçu, causando prejuízo estimado de mais de R$ 4 milhões.

De acordo com a investigação da Delegacia de Defraudações da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), o homem vendia os carros, porém não os entregava. Ele fez ao menos 78 vítimas com esse golpe.

A Delegacia de Defraudações da DEIC/PCSC, após tomar conhecimento que o proprietário da loja de veículos localizada na Grande Florianópolis aplicava continuamente os golpes, instaurou procedimento para a apuração das ações do estelionatário.

Publicidade

A investigação comprovou o falso vendedor utilizava duas empresas com nome fantasia para os crimes, alcançando 78 vítimas, das quais 42 são de Santa Catarina.

Os valores pagos pelas vítimas apenas de Santa Catarina chegam a R$ 2.019.890,00, sendo que o prejuízo total causado pelo investigado aos compradores dos demais estados ultrapassa R$ 4 milhões, calcula a Polícia Civil.

+ Duas pessoas presas por golpe do falso financiamento de veículo em Palhoça

Prisão do estelionatário

O estelionatário, ao tomar conhecimento das investigações, e devido à repercussão e divulgação pelos próprios compradores lesados, iniciou uma fuga, fechando a loja de carros e entregando o imóvel onde residia.

Após investigação e monitoramento, o homem foi encontrado nessa quinta-feira (17/2) almoçando em um restaurante em Governador Celso Ramos, onde foi preso. Agora ele terá de responder na justiça por estelionato e lavagem de dinheiro. Após interrogatório, foi encaminhado ao presídio da Agronômica.

Publicidade