Quarto lote de vacinas de coronavírus é distribuído em Santa Catarina nesta segunda

    O governo do estado iniciou a distribuição do quarto lote de vacinas de coronavírus em Santa Catarina nesta segunda-feira (8/2). A Secretaria de Saúde envia às regionais, por enquanto, metade do lote recebido nesse domingo, referente à aplicação da primeira dose necessária para imunização.

    Com o apoio das forças de segurança, a distribuição do quarto lote é de mais 42.500 doses da vacina Coronavac, para as 17 unidades descentralizadas de Vigilância Epidemiológica. As vacinas começaram a sair da central estadual, em São José/SC, logo cedo, às 6h30. A previsão é que todas as doses cheguem às regiões até o meio-dia.

     

    Publicidade

     

    seis caixas de isopor onde está acondicionado o quarto lote de vacinas enviado a santa catarina
    Lote com 85 mil doses chegou em SC nesse domingo; governo distribui primeiro a metade, referente à primeira aplicação – MS/Divulgação/CSC

    Esse é o quarto lote de vacinas enviado para o estado. Até o momento, Santa Catarina contabiliza 298.140 doses recebidas.

    Doses do quarto lote para cada regional

    Araranguá: 1.290
    Blumenau: 4.480
    Chapecó: 2.940
    Concórdia: 1.010
    Criciúma: 2.470
    Grande Florianópolis: 9.520
    Itajaí: 3.180
    Jaraguá do Sul: 850
    Joaçaba: 1.770
    Joinville: 2.540
    Lages: 1.860
    Mafra: 1.670
    Rio do Sul: 2.280
    São Miguel do Oeste: 1.180
    Tubarão: 2.580
    Videira: 2.000
    Xanxerê: 880
    Total: 42.500 doses

    De acordo com a Secretaria de Saúde, a quantidade de doses por município será divulgada ainda nesta segunda (8).

    Etapa de vacinação de idosos 90+

    A partir do recebimento desta nova remessa, começa em Santa Catarina uma nova etapa da campanha de vacinação contra a Covid-19, a de idosos com 90 anos ou mais, conforme o plano estadual. O Secretário de Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro, esclarece que os trabalhadores da saúde e demais grupos continuarão sendo vacinados mesmo com o início de uma nova etapa, mas a prioridade nesse momento é a vacinação imediata de todos os idosos acima de 90 anos de idade.

    “A recomendação é que os municípios iniciem a vacinação dos idosos imediatamente após o recebimento dessas doses e que seja dada prioridade a este público. Nosso objetivo é conseguir vacinar toda essa população, que é altamente vulnerável e que precisa ser protegida, até o fim da próxima semana”, ressaltou o secretário.

    Depois será a vez do público com idade entre 85 e 89 anos, a partir do recebimento da 5ª remessa; 80 e 84 anos, na 6ª remessa e, por fim, 75 a 79, com o recebimento da 7ª remessa. Os demais idosos, de 60 a 74 anos de idade, também serão vacinados, conforme o recebimento de novas doses.

    Com informações da Dive/SC

    Publicidade