São José se prepara para receber 5 mil pessoas nos Jasc

    Cidade será sede da competição estadual em novembro, com 27 modalidades

    A cidade de São José vai sediar a próxima edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), em novembro. Para isso, o município se prepara para receber até 5 mil pessoas durante o evento esportivo, que vem na esteira das Olimpíadas de Tóquio, com grande desempenho de atletas brasileiros.

    São José se prepara para receber 5 mil pessoas nos Jasc - vista interna do centro multiuso
    Arena do Centro Multiuso, na Av. Beira-mar, será palco de diversas competições – PMSJ/Divulgação/CSC
    Público é dúvida

    Os Jasc voltam a ocorrer neste ano, suspensos em 2020 por conta da pandemia, assim como as Olimpíadas. Mesmo com a redução de risco à Covid, ainda serão mantidos protocolos sanitários para se evitar a propagação do coronavírus.

    Como explica o superintendente da Fundação de Esportes e Lazer de São José, João David Garcia, a questão da presença de público nas competições ainda é dúvida – “É possível que tenhamos até novas regras sanitárias e epidemiológicas. Neste sentido, é o caso da presença de público. Temos uma expectativa que até lá ela seja liberada em eventos esportivos, ainda que de forma parcial”. Ele garante que o evento será realizado dentro de todo o regramento estadual contra a Covid.

    5 mil atletas
    Publicidade

    Mesmo sem público na torcida, os Jasc devem trazer a São José cerca de 5 mil pessoas para a disputa de 27 modalidades. Segundo Garcia, todos os atletas ficarão hospedados em hotéis da cidade, diferentemente de outras edições, em que ficavam alojados em escolas do município. “Isso trará mais segurança e conforto aos atletas, técnicos e dirigentes, além de fomentar a economia local”, explica o superintendente.

    A maioria dos locais de provas estão definidos, e a Prefeitura de São José trabalha em acertos pontuais em algumas modalidades que não serão disputadas dentro do território do município, como é o caso de Bolão e Tiro. A previsão é de até a metade de agosto todos os locais de provas estarão devidamente definidos.

    Muitas modalidades serão disputadas nas instalações da Av. Beira-mar de São José, como triatlo, remo, bocha, e a estrutura do Centro Multiso, atualmente em uso para aplicação das vacinas.

    Mas não só a Beira-mar será palco. Os Jasc também serão disputados nos ginásios dos bairros, como em Campinas, Barreiros, Ipiranga, Areias. “No Sertão do Maruim também teremos o ciclismo, em prova de trilhas”, explica Garcia. O Contorno Viário também poderá ser utilizado para uma prova de ciclismo de estrada.

    contorno viário da grande florianópolis em construção - estrada poderá ser utilizada pelo ciclismo nos jasc
    Contorno viário da Grande Florianópolis poderá ter o “primeiro uso” nos Jasc 2021, recebendo a prova de ciclismo de estrada – Lucas Cervenka/CSC

    + Time São José abre inscrições para projeto de ginástica artística
    + São José destina R$ 1,3 milhão para a área do esporte de rendimento

    Trabalho intenso

    Garcia avalia que o desafio de planejar, organizar e executar os Jasc é um grande desafio, ainda mais pelo tempo reduzido. São José foi escolhida como sede somente em junho. “É um evento que é planejado pela cidade sede em tempo superior há um ano e estamos tendo o desafio de planeja-lo e executá-lo em menos de seis meses, com todas essas incertezas da pandemia”, diz. Ele conclui que os esforços da prefeitura de São José estão concentrados em entregar “um excelente evento para a comunidade esportiva do nosso estado, em virtude da magnitude que representam os Jogos Abertos de Santa Catarina”.

    O evento, em sua 60ª edição, está programado para 24 a 30 de novembro.

    Por Lucas Cervenka – reportagem@correiosc.com.br

    Publicidade