Operação Última Chamada procura acabar com golpes aplicados em nome de telefonia

Foram mais de 10 mil golpes e possível roubo total de R$ 10 milhões em diversos estados

0
diversos policiais civis vistos de costas reunidos em pé em estacionado; nome da pc nas costas
Maioria das buscas é na Grande Florianópolis contra os golpes e fraudes - PC/Divulgação/CSC

A Polícia Civil de Santa Catarina, com o apoio da Polícia Civil de Pernambuco e de Delegacias de Polícia da Grande Florianópolis e de Tijucas, realiza nesta terça-feira (30) a operação “Última Chamada”.

São cumpridos 69 mandados de busca e apreensão expedidos pela justiça decorrentes de investigação da Delegacia de Estelionatos e Defraudações, a respeito de golpes aplicados contra mais de 10 mil pessoas em vários estados do Brasil.

+ Estelionato em alta: instituições de SC alertam sobre golpes

Publicidade

Segundo a Polícia Civil, as investigações apontam a existência de uma organização criminosa que se utiliza indevidamente do nome de operadora de telefonia Net/Claro para aplicar golpes, utilizando centrais telefônicas para enganar as vítimas, obter dados de cartões bancários e efetuando saques de valores sem o consentimento das vítimas.

De acordo com a delegada Beatriz Ribas, que comanda o caso, as empresas Net e Claro também era vítimas do esquema, no qual as falas atendentes de telemarketing se passavam por funcionários das telefonias, sendo que não tinham vínculo com as empresas.

Além das buscas, foram bloqueados judicialmente 19 veículos e sequestrados valores de 59 contas bancárias, sendo 30 contas de empresas e 29 contas de pessoas físicas, até o limite de R$ 10 milhões por conta. As diligências estão em andamento e mais informações serão divulgadas ao longo do dia.

Cidade Buscas
São José 20
Florianópolis 26
Palhoça 7
Biguaçu 1
Sto Amaro da Imperatriz 2
Tijucas 4
Recife (PE) 8
Joboatão dos Guararapes (PE) 1
Total 69

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here