Florianópolis entrega obra do restaurante popular nesta terça-feira

Inauguração será após escolha da entidade que vai gerir o espaço

A Prefeitura de Florianópolis entrega nesta terça-feira (29/3) a obra do 1° Restaurante Popular de Florianópolis. A obra será entregue pelo prefeito Gean Loureiro, às 13h30, e após a cerimônia cadastros já começam a ser feitos no espaço.

Prefeitura de Florianópolis entrega obra do 1° Restaurante Popular da Capital
Espaço também funcionará como posto de atendimento do Cadastro Único – Marcos Albuquerque/PMF

O Restaurante Popular irá proporcionar segurança alimentar, contendo proteínas, carboidratos e saladas. O cardápio, nutricionalmente saudável, poderá inclusive ter acesso gratuito, dependendo do Cadastro Único. Os preços serão de R$ 3,00 para quem tem renda de até meio salário mínimo, R$ 6,00 acima de meio salário mínimo e isento para renda zero.

“Entregar uma obra como esta no aniversário de Florianópolis, é demonstrar que nossa gestão se importa com todos. A ideia é promover segurança alimentar de qualidade garantindo que nossos trabalhadores tenham alimentação digna diariamente”, comenta o prefeito Gean Loureiro.

Publicidade

O espaço será aberto para população no fim do primeiro semestre deste ano, após contratação da ONG que fará a execução do serviço em parceria com a prefeitura. A Secretaria de Assistência Social orienta, no entanto, que quem deseja utilizar o serviço, já comece seu cadastramento.

O posto de atendimento do Cadastro Único para quem quer utilizar o serviço começa a funcionar, após a entrega. Podem se cadastrar as famílias que não tenham renda (estas pessoas terão gratuidade) e famílias com renda per capita de até ½ salarário mínimo, e funcionará até às 19h. A ação começa na quarta-feira e segue de segunda a sexta-feira das 8h às 19h.

Documentos para realizar o cadastro

– RG ou Certidão de Nascimento (no caso de crianças), e *CPF
– Carteira de trabalho física que tenha foto da pessoa e a parte de trás da carteira com seus dados, ou carteira de trabalho digital; (caso a carteira esteja assinada é preciso levar um contracheque
– No caso de pessoas aposentadas é preciso levar um extrato bancário
– Título de eleitor (caso tenha)
– Comprovante de residência no nome do cadastrado, ou no nome de alguém que more com esta pessoa.

Publicidade