Santa Catarina decreta estado de calamidade pública por estragos do ciclone

0

O governo de Santa Catarina decretou estado de calamidade pública, a partir desta sexta-feira (3/6). O objetivo, segundo a Defesa Civil, é agilizar as ações de resposta e apoio aos catarinenses atingidos pelo ciclone bomba, na terça (30).

Até o final da noite de quinta, 152 cidades relataram prejuízos e nove mortes foram registradas. A decretação do estado de calamidade pública acelera os processos administrativos, principalmente em para os recursos de reconstrução que serão repassados pela União. “Assim essa etapa é suprimida e o Governo do Estado pode ofertar os itens de assistência humanitária para todos os municípios catarinenses de forma mais ágil e encaminhar as solicitações diretamente para a União”, diz o chefe da Defesa Civil catarinense, João Batista Cordeiro Jr.

residência destelhada com carro estacionado ao lado sob muro caído e escombros em volta
Residência atingida no município de Garuva – calamidade pública acelera ajuda às pessoas atingidas – DCSC/Divulgação/CSC

A Secretaria Nacional de Defesa Civil deve aportar recursos, principalmente na questão da reconstrução de estruturas físicas municipais e estaduais. Alexandre Lucas Alves, secretário Nacional de Proteção e defesa Civil, já está em SC para acompanhar os trabalhos. O presidente, Jair Bolsonaro, também fará um sobrevoo no sábado para acompanhar a situação.

Publicidade

Todos os municípios que foram afetados estão com as estruturas públicas atuando na limpeza, cortes de árvores, restabelecimento da distribuição de energia elétrica e realizando levantamento da necessidade de telhas. ‘Logo que as solicitações sejam repassadas de imediato é ativado o contrato de registro de preço e as telhas são entregues no prazo máximo de 24 horas em qualquer região do Estado”, informa Cordeiro Jr.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here